Pin It button on image hover
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 de dez de 2016

Ficar em casa, depressão pós parto, hormônios

Olá!
Faz tempo né...

Que correria!
Não tenho conseguido trabalhar no blog... bem sabia que a vida de mãe é corrida, que ficaria sem tempo para mim e etc ... mas só agora que meu bebê fez um ano é que estou conseguindo retomar a minha vida. Estou com tanta coisa acumulada, atrasada, fico feliz quando consigo realizar uma tarefa até o fim. Minha casa está um caos. Minha vida está um caos.

Cuidar da casa ... cuidar do Bebê ... Trabalhar com o blog e a loja virtual ... 7 bichos de estimação ... cuidar do Jardim... vida pessoal? que vida?
aff !!!

Pra piorar um grande desânimo...

Só depois de muito tempo é que desconfiei que poderia ser "Depressão pós-parto", que parece ser muito comum de acontecer... lembro da minha cunhada falando de como foi com ela... para quem está de fora é difícil perceber.



É tudo tão contraditório... uma alegria com o bebê e depois uma tristeza sem fim diante de tantas mudanças e muita pressão. Não achei que poderia ser depressão...

Eu só pensava em voltar para São Paulo e ficar junto da minha mãe, junto da família.
Foram muitas discussões com o marido... estava irritada, angustiada e depressiva.
Pra piorar, essa crise política e econômica no país... não tinha como voltar a morar em São Paulo. Tinha é que ficar feliz com o emprego do marido, em Castro - PR, já que muitas pessoas estavam desempregadas.

Não queria nem comemorar o aniversário de um ano do bebê, mas não poderia deixar passar em branco. Fomos para São Paulo, a família ajudou a organizar a festa e depois de conversar com amigos e fui me acalmando.

depois de 1 ano, a luz
(aniversário do nosso bebê - Meneses Fotografia)


Em uma rápida busca no google, me vi descrita nos sintomas de Depressão pós-parto e em depoimentos de mães na web, percebi como isso é comum e que bem poderia ser culpa dos hormônios, como disse uma amiga.

dava vontade de chorar junto... bebê chora e mãe chora...
imagem via gshow


Alguns sintomas na Depressão pós Parto:
- sentimento de tristeza ou desespero contante:
- perda de interesse ou não sentir prazer na maioria das atividades diárias:
- sentimento de culpa;
- pouco interesse no bebê;
- desânimo e cansaço extremo;
- incapacidade de cuidar de si e do bebê;
- medo de ficar sozinha;
- falta ou aumento do apetite;
- insônia;
- baixa auto-estima;
- desinteresse sexual;
- aumento da ansiedade.

Cheguei a ir ao médico, mas não fiz os exames... poderia ser falta de vitamina também.
Preciso voltar ao médico. É bom poder contar com a ajuda de um especialista.
Tinha um pote de complemento de vitaminas em casa, comecei a tomar e parece ter ajudado.

Tomei a decisão de mudar a minha vida e não deixar que os hormônios me afetassem.
Na verdade, foi um alívio pensar que poderia ser culpa dos hormônios, que poderia ser depressão, e que eu não estava ficando louca. Percebi que eu poderia reverter isso.
Pelo bem do meu filho eu deveria levantar e lutar pela vida, e não ser consumida por uma doença.

Parecer estar dando certo.
Mesmo assim quero ir ao médico pois estou com dificuldade para dormir  e muita ansiedade.
Costumo sentir dor de cabeça com frequência e isso não acontecia antes.
Caminhar tem ajudado também. Só pra sair de casa um pouco.

passear no carrinho... ele adora!
e é um grande alívio pois está grande e pesado esse meu bebê ;)


Coincidiu que esse meu retorno à vida viesse junto da primavera e verão, quando tudo se enche de cor e alegria. Até me deu vontade de fotografar o meu cotidiano antes tão enfadonho, registrar minhas flores, meu bebê, meus bichos... voltar a postar no blog, são tantas as coisas legais por aí...

Espero conseguir me organizar para isso.
Estou bem empolgada!

Deixo uma flor minha pra você
Adoro rosas em cor de rosa ;)



Beijos
Mônica Teixeira


Se você já passou por uma depressão, ou passa por isso, deixe um comentário no blog, ou mesmo inbox no facebook. Eu senti vergonha, não sei porque, mas se quiser conversar, fique à vontade!

não consegui fazer o link mas pode me acessar no instagram também
pessoal  @mteixeiramonica
blog       @queridorefugioblog/

Todo dia repito a mim mesma
 "Coragem para mudar aquilo que posso, e  paciência com aquilo que não posso mudar"

beijos

2 comentários:

  1. Nossa,estava procurando coisas para minha cozinha nova,achei vc,tudo maravilhoso,e mais maravilhoso ainda é ver que não estou só na depressão pós parto,como foi difícil,é bom não ser a única,parabéns por vencer isso,márcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo passa, e isso é bem verdade. Não é fácil, se puder contar com ajuda, procurar um médico... faltou informação para mim, na época. Parece algo que é algo bem comum no pós parto

      Excluir